Blog de crítica e opiniões sobre as políticas que afetam negativamente a humanidade. O Homem na atualidade necessita urgentemente de arrepiar caminho, em busca de um novo Mundo!

10
Dez 12

Na conjuntura atual 18% da população vive abaixo do limiar estatístico da pobreza e 24,4% vive em risco de pobreza ou de exclusão social. A situação de crise desencadeia mais desemprego, redução dos salários e cortes nas prestações do Estado, que faz com estes números continuem a aumentar.

Este fim-de-semana estive no norte do país, no conselho de Felgueiras e um amigo meu mostrou-me a quinta de Vila Fria completamente abandonada. Esta quinta foi em tempos um modelo de produção em Portugal, dava trabalho a dezenas de pessoas, produzia e transformava muitos dos seus produtos, para mais tarde colocar no mercado.

Mas nas últimas décadas o setor primário foi desmantelado completamente, ficando o país com uma enorme dependência externa. Esta dependência em relação à maioria dos produtos agroalimentares tem vindo a aumentar de ano para ano, sendo a balança comercial agrícola altamente deficitária. Isto deve-se principalmente a inadequação dos usos do solo; insuficiências técnico-financeiras; insuficiências ao nível das redes de distribuição e comercialização; baixos níveis de rendimento e produtividade e fraca expressão das indústrias agroalimentares.

Em Portugal governa-se para as próximas eleições e não para a resolução dos graves problemas estruturais que definham as próximas gerações. O nosso país só conseguirá sair deste ciclo vicioso em que se encontra, se conseguirmos ser mais produtivos qualitativamente e quantitativamente. A quinta de Vila Fria e todas as outras quintas deste país sejam elas grandes ou pequenas têm de voltar a ser produtivas.

O país, os governantes, os portugueses têm de aprender a viver com o que é realmente útil e colocar de lado tudo que é inútil e fútil. Não podemos continuar a viver acima das nossas possibilidades, não podemos voltar ao esbanjamento e aprender com a parte boa da austeridade e olhar para a terra como forma de enriquecimento, ou seja, o lema da quinta de Vila fria mantém-se atual "A arte de cultivar a terra é a arte de enriquecer alegremente. Cultivar a terra é engrandecer Portugal".

publicado por franciscofonseca às 19:46
sinto-me:

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14

16
18
20
21
22

25
26
27
29

31


TIME
Google Analytics

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
TRANSLATE THIS BLOG
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
VISITANTES
blogs SAPO