Blog de crítica e opiniões sobre as políticas que afetam negativamente a humanidade. O Homem na atualidade necessita urgentemente de arrepiar caminho, em busca de um novo Mundo!

19
Jun 13

Vemos cada vez mais políticos, dirigentes de instituições nacionais e internacionais a utilizarem a retorica de que é possível ter duas realidades conflituantes, ou seja, um Estado de bem-estar e a uma economia de capital intensivo. Mas, as políticas que estão a ser implementadas nos países mais desenvolvidos e industrializados são completamente contrárias. Assim, a tendência presente é para termos Estados de mal-estar e economias de capital intensivo.

No contexto nacional e europeu dominado por constrangimentos de diversa natureza, mas principalmente de ordem financeira e económica, é feito o apelo à excelência de atuação das autoridades públicas para implementarem políticas públicas em prol da igualdade, justiça social e redução da pobreza através da introdução de critérios sociais no apoio as pessoas mais desfavorecidas. Na realidade o que se tem visto é um agravamento generalizado de pobreza.

Na minha opinião, tudo isto não passa de operações de cosmética, que passam por atirar areia para os olhos dos cidadãos. A realidade é bem mais dura, pois a pobreza emergente, o trabalho precário, o aumento do desemprego, o esgotamento de recursos naturais causado pela pressão industrial induzida pelo consumo desenfreado, a destruição da biodiversidade ou as alterações climáticas são fatores que dominam a nossa realidade.

Todos aqueles que defendem que é possível reverter esta tendência através de práticas de produção industrial e consumo mais sustentáveis, aliadas à utilização racional dos recursos, vivem numa realidade virtual distante do mundo real. Por outro lado, a história tem sofrido ruturas violentas que interrompem os ciclos. Poderemos estar próximos duma dessas ruturas pois os povos começam a tomar consciência que as suas poupanças são usadas pelos gigantes financeiros, para a especulação e servir os interesses dos banqueiros e da economia de capital intensivo. Vale a pena lutar porque um futuro melhor pode começar hoje.

publicado por franciscofonseca às 21:50
sinto-me:

2 comentários:
Bom dia,

este post está em destaque na área de Opinião do SAPO.

Cumprimentos,
Ana Barrela - Portal SAPO
Equipa SAPO a 20 de Junho de 2013 às 09:12

Obrigado pela vossa preferência. O Mundo em Contramão agradece. Boas leituras a todos.

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


TIME
Google Analytics

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
TRANSLATE THIS BLOG
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
VISITANTES
blogs SAPO