Blog de crítica e opiniões sobre as políticas que afetam negativamente a humanidade. O Homem na atualidade necessita urgentemente de arrepiar caminho, em busca de um novo Mundo!

25
Abr 12

O golpe de Estado do 25 de Abril de 1974, também conhecido como "Revolução dos Cravos", mudou completamente Portugal, pois libertou o país de uma ditadura que durava há mais de 40 anos! Por isso mesmo, esta data assumiu uma enorme importância para os portugueses.

A Revolução do 25 de Abril trouxe de volta a liberdade de opinião e de expressão. Tornou-se possível constituir partidos e associações e realizar eleições livres. Com a "Revolução dos Cravos" terminou a guerra colonial e os cidadãos passaram a ver garantidos os seus direitos económicos, jurídicos e sociais.

Mas a história de Portugal tem sido escrita na austeridade, que após a revolução fugiu à sua natureza durante 35 anos para exprimentar os valores do capitalismo. Esta receita tentadora, sobretudo para um país austero levou os sucessivos governos a gastar com vigor, pedindo emprestado o que proventura faltasse nos cofres do Estado para pagar os gastos. A poupança do estado desaparceu, a dos particulares também e os bancos fizeram a festa.

Nesse momento a forma de governo democrática, consolidada historicamente, está numa encruzilhada total. Os governos e governantes necessitam de encontrar caminhos para manter sua soberania. As agências financeiras supranacionais aumentam ou diminuem as avaliações financeiras dos países causando instabilidades políticas e econômicas. A sociedade civil não aceita as intervenções dos governos, reivindicando direitos e organizando formas de combate às políticas de austeridade. O que há de errado numa sociedade em que tudo está à venda?

A globalização trouxe novos desafios que até ao momento ainda não tiveram resposta. A Democracia necessita de um debate profundo, em especial relativamente aos novos contornos em que ela tem vindo a ganhar, não apenas em termos de processo político, mas também pelos efeitos contraditórios e constrangedores que a austeridade gera. Por outro lado é importante avaliar os resultados que se têm delineado, sobretudo, em relação as aspirações e perspetivas de futuro dos Estados, das suas populações e das gerações futuras. Viva o espírito de Abril. Abril Sempre.

publicado por franciscofonseca às 12:02
sinto-me:

Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
26
28



TIME
Google Analytics

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

10 seguidores

pesquisar neste blog
 
TRANSLATE THIS BLOG
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
VISITANTES
blogs SAPO