Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Políticos, dirigentes, gestores, comandantes e chefes

por franciscofonseca, em 31.03.09

Vivemos num mundo em constante mudança, que cada vez acontece mais rápida, em que as novas ideias se sucedem a um ritmo vertiginoso. Acompanhar estas novas ideias é um trabalho árduo, pois o tempo é escasso, mas uma necessidade premente, caso não se consiga aguentar este esforço, fica-se para trás irremediavelmente, como está a acontecer com a nação lusa.

A arte de lidar com pessoas não é fácil, dominá-la muito mais difícil se torna, pois o simples acto de comunicar é muito mais do que dar uma ordem para cumprir uma missão, com um determinado conteúdo.

Por outro lado, os políticos, os dirigentes, os gestores, os comandantes e os chefes, cada vez mais estão sujeitos a pressão para a obtenção de resultados, e desta forma quase não há tempo para se dizer o que se quer dizer, quanto mais na forma como se vai dizer.

Deste ciclo vicioso surgem muitas vezes conflitos, devido a má comunicação de variada ordem. Assim, nasce a necessidade destas pessoas terem uma capacidade de negociação para por termo aos conflitos criados, o que na maior parte dos casos não existe, por falta sobretudo de formação adequada nesta área.

Mas na minha opinião, todas nós temos de incrementar uma mudança em termos comportamentais, sei que não é nada fácil, mas é necessário para uma mudança da cultura produtiva do nosso país.

A mudança passa essencialmente pelo seguinte, todas elas tem de saber fazer uma boa comunicação em vez de decretar, que é a pratica corrente adoptada. Depois tem de fazer outro esforço que passa por persuadir em vez de ordenar, o que normalmente acontece através do despacho em papel. Por último, tentar fazer uma boa negociação, onde exista o comprometimento mútuo, em vez de impor algo através da superioridade hierárquica, que no curto prazo até pode funcionar, mas no médio e longo prazo torna-se a causa do problema.

Mas, mudar os hábitos, comportamentos que se tornaram repetitivos, torna-se uma tarefa difícil, caso contrário os fumadores deixavam de fumar, os obesos mudavam de hábitos alimentares e toda a gente praticava exercício físico.

Esta mudança comportamental, requer muita disciplina, perseverança e um compromisso pessoal para tentar em cada dia de tomada de decisões fazer diferente e melhor do que no dia anterior, só desta forma se conseguirá mudar a burocracia arrepiante que as pessoas padecem em Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:42


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D