Blog de crítica e opiniões sobre as políticas que afetam negativamente a humanidade. O Homem na atualidade necessita urgentemente de arrepiar caminho, em busca de um novo Mundo!

18
Jan 11

A gestão é sempre um exercício inteligente de congregação de forças e equilíbrios, tendentes a obter o máximo de resultados, com o mínimo dispêndio de recursos. Já Peter Druker dizia que “o propósito de construir o futuro não é decidir o que deve ser feito amanhã, mas o que deve ser feito hoje, para que haja um amanhã”.

Assim, no caso português, algumas medidas poderiam ser tomadas, no sentido de economizar, já hoje, milhões de euros, aumentar a produtividade e os resultados, da gestão pública do amanhã.

De uma forma geral, começando pelo topo, reduzir gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos, carros, motoristas, dos políticos em geral. Isto deveria ser replicado no poder local, nas administrações centrais e regionais, nas forças e serviços de segurança e nas empresas estatais.

Seguidamente, extinguir centenas de institutos públicos, fundações públicas e empresas municipais, que servem unicamente para dar emprego aos boys dos partidos. Proceder à redução das câmaras municipais, das juntas de freguesia. Adoptar o regime de exclusividade para quem cuida do bem público.

Acabar com os milhares de pareceres jurídicos, estudos, que são caríssimos. Por termo a cultura dos lugares para os amigos, através do tráfico de influências. Cortar com os ordenados de milionários dos gestores de empresas privadas, e por último, fazer um controlo apertado à actividade bancária.

Muitas mais haveria, mas se estas escolhas e decisões fossem tomadas hoje, tendo em conta a crise que atravessamos, a capacidade de regeneração de valor social e económico, levariam a um processo transformacional, em direcção a construção de um futuro sustentável. O grande problema é que não temos políticos na nossa praça, capazes de implementar tais medidas. Este é o nosso verdadeiro défice.

publicado por franciscofonseca às 17:06
sinto-me:

4 comentários:
As elites nacionais vão receber o meu cartão vermelho da mão do candidato José Manuel COELHO!

Ainda acredito numa 2ª volta que depende dos portugueses e não das empresas de sondagens...
Assange a 22 de Janeiro de 2011 às 17:14

Não será por ai, mas algo vai ter de mudar, pois este sistema, tal conforme está, já não responde aos verdadeiros problemas e anseios das populações.

Acho que qualquer dia temos o Socrates que muitos acreduiitam que vai lá ficar e com maioria absoluta, ridículo, mas cá estaremos para ver.
A dizer portugueses chegamos ao principio do fim da crise, mas devido á belo exemplo que temos feito aqte agora, vocese mal respiram e poder politico continua com os mesmos direitos.
Vamos aumentar só mais um imposto mas tenho uma boa solução, para pouparem mais, sequem maças no verão para comerem no inverno.
Maresia a 11 de Abril de 2011 às 16:24

Obrigado pelo seu comentário. Mas eu acho que há maças, que não dão mesmo para secar, nem para comer, deviam era ser mesmo incineradas e aí sim, se pouparia muito...

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
15

17
19
20
21
22

23
25
27
29

31


TIME
Google Analytics

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
TRANSLATE THIS BLOG
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
VISITANTES
blogs SAPO