Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ai está o guri de Uruguaina Tchê

por franciscofonseca, em 09.12.11

A cidade de Passo Fundo, com 200 mil habitantes é um Município do Rio Grande do Sul. Este Estado ocupa uma área de 281.748 km², com cerca 11 milhões de habitantes, um PIB per capita de R$ 22.000, tendo como limites a norte o Estado de Santa Catarina, a leste com o oceano Atlântico, ao sul com o Uruguai e a oeste com a Argentina.

Nos últimos dias percorri umas centenas de quilómetros, pelo interior do Estado do Rio Grande do Sul e comprovei a sua grande riqueza. A agricultura desempenha o papel principal na sua economia. O cultivo da soja, milho, aveia, trigo, arroz, vinho, cenoura, tomate e frutas são as principais, assim como a produção de carne e leite.

Os solos são férteis e pratica-se o cultivo direto, ou seja, colhem e semeiam sem remover as terras. Aqui não existem solos por cultivar, como acontece em Portugal. Em conversa com um amigo bancário aqui, os homens dos milhões são os agricultores, não são os políticos, nem os empresários exploradores como em Portugal. Grande parte dos lucros dos bancos aqui provém dos créditos feitos aos agricultores e a indústria de transformação, em Portugal os bancos são especializados no crédito ao consumo.

Os Gaúchos sabem que vivem numa terra com futuro, pois é um dos Estados mais ricos do Brasil, as oportunidades aqui são muitas, mas para quem quer verdadeiramente trabalhar. É sem dúvida, gente trabalhadora, divertida, de fácil relacionamento, que vive com alegria, que sente muito orgulho da sua condição gaúcha.

Passo Fundo, cidade natal de Luiz Felipe Scolari, mais conhecido por Filipão, é uma cidade acolhedora, de bom churrasco, onde as tradições gaúchas são levadas muito a sério. As gurias são muito bem dotadas, muito simpáticas e descontraídas. Os guris cultivam ainda valores machistas, mas começam a convencer-se que são as gurias que os escolhem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:03


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D