Blog de crítica e opiniões sobre as políticas que afetam negativamente a humanidade. O Homem na atualidade necessita urgentemente de arrepiar caminho, em busca de um novo Mundo!

28
Fev 09

O conceito de segurança pública é bastante abrangente e não se limita a políticas do combate à criminalidade e nem se restringe a actividade policial.

A segurança pública tem a ver com todas as acções de repressão à violência e ao crime, tendentes a oferecer os imputs necessários para que os cidadãos possam conviver em sociedade, trabalhar e se divertir, ou seja usufruir da tranquilidade pública.

A insegurança é um fenómeno até há pouco desconhecido entre nós, mas na minha opinião chegou em força e para ficar. Se não houver, entretanto, medidas adequadas à repressão de todas as acções que geram insegurança, chegaremos rapidamente a um ponto sem retorno e, teremos de viver em insegurança constante.

A segurança das pessoas e dos bens são valores fundamentais da sociedade.
Estamos a beira de um estado de insegurança pública, pois todos os dias vemos crimes contra a vida, contra a honra e contra a integridade física dos cidadãos. Os criminosos são apanhados, libertados e voltam a praticar crimes.

Isto pode ficar a dever-se a existência de leis demasiado permissivas e penas insuficientes, a falta de meios humanos e materiais às Polícias, ao sistema judicial, e mais razões poderia aqui enumerar.

Mas chave para este flagelo terá de passar pela educação, pois é um dos factores de mudança, de desenvolvimento, de civilidade, de cidadania.

Nos quando condicionados pela educação somos seres mutáveis, capazes de sermos influenciados e de influenciar.

Por isso acredito que só esta via nos poderá conduzir, a uma vivência em segurança e tranquilidade pública.


Francisco Fonseca

 

publicado por franciscofonseca às 16:58
sinto-me:

27
Dez 08

O fenómeno da toxicodependência é, actualmente, um problema macro-social, no qual se encontram correlacionados factores individuais, familiares, económicos, políticos e civilizacionais.

É um dos problemas sociais mais graves do nosso tempo, visto que afecta directamente a sociedade, ou seja, mesmo aqueles que não têm uma relação directa com o problema, acabam por se ver envolvidos pela criminalidade a ele associada.

No tocante à relação da criminalidade com a droga, podemos dizer que a droga constitui, conjuntamente com o terrorismo e a delinquência económica, o principal fenómeno criminal da segunda metade do presente século.

Esta realidade do século passado mantêm-se perfeitamente actualizada no inicio deste.

De acordo com dados do Gabinete sobre Drogas e Crime das Nações Unidas (UNDOC), o número de pessoas em todo o mundo que consomem drogas duras, consideradas mais nocivas para a saúde, é de aproximadamente 25 milhões, o equivalente a 0,5% da população mundial.

Actualmente, no mundo todo, “cerca de 200 milhões de pessoas – quase 5% da população, entre os 15 e os 64 anos – usam drogas ilícitas, pelo menos uma vez por ano, e, cerca de metade destes, usa drogas regularmente, pelo menos uma vez por mês. A droga mais consumida no mundo é a cannabis, maconha ou haxixe.

Cerca de 4% da população mundial, entre 15-64 anos, usa cannabis enquanto 1% usa estimulantes do grupo anfetamínico – cocaína e apiáceos.

O uso de heroína é um grave problema em grande parte do planeta: 75% dos países enfrentam problemas com o consumo da droga.

No total, os narcotraficantes têm 200 milhões de clientes em todo o mundo. A Clientela da droga mundial em 2005.

O enorme poder económico dos narcotraficantes, a sua ligação à economia legal, a penetração em áreas do poder político e económico e no sistema policial, permitem-lhes escapar facilmente ao controlo policial que, comparativamente, dispõe de fracos recursos.

Este flagelo continuará a fazer parte das nossas vidas e a arruinar milhares de vidas humanas diariamente!

publicado por franciscofonseca às 15:59
sinto-me:

17
Dez 08

Estes espaços caracterizam-se por terem uma densidade populacional elevadíssima, onde impera a desordem, o caos social e, funcionam como incubadoras e campos férteis para o florescimento do terrorismo e da criminalidade violenta. Os Mega espaços são bastante carenciados de forma geral, mas em contextos especialmente degradados no Hemisfério do Sul, representam uma ameaça mortal.

Um "mega espaço urbano" é uma imensa e caótica aglomeração de blocos de torres, propriedades, escadas rolantes, mega-mercados, auto-estradas, aeroportos, poluição severa, favelas, crime excessivo e terrorismo.

Só para dar alguns exemplos onde se vê, claramente que este fenómeno teve e terá uma evolução catastrófica:

Em 1900, 10% das pessoas no mundo viviam em áreas urbanas.

Em 2000, 3 biliões de pessoas viviam em áreas urbanas.

Também em 2000, a todas as horas, há mais 60 pessoas em Manila, mais 47 pessoas em Nova Delhi e mais 21 pessoas em Lagos.

Em 2015, Mumbai e Tóquio cada terão 27 milhões pessoas.

Em 2030, 60% da população mundial vive em áreas urbanas.

Erupções de guerra e violência extrema nos megas espaços urbanos de países em desenvolvimento são noticiados quase diariamente na televisão. Assim, contam-se como áreas de tensão crescente lugares como Gaza (a Tira de Gaza está transformada numa favela gigantesca), Bagdad e Basra (no Iraque), Karachi, Rio de Janeiro e São Paulo.

Esta é a realidade que se desenvolveu e que as nações têm que enfrentar presentemente. A criminalidade violenta pode ser menos espectacular e ter menos interesse jornalístico que o terrorismo.

Mas a criminalidade em geral é uma ameaça real, quer para o mundo desenvolvido, quer para o mundo em desenvolvimento, sendo que os últimos têm uma imensa necessidade de paz e de estabilidade, para se tornarem mais desenvolvidos.

Caminharemos nós para a desertificação de grandes áreas do Globo, em detrimento da concentração, das pessoas nestes mega espaços urbanos, onde a pressão e a qualidade de vida são inversamente proporcionais.

publicado por franciscofonseca às 16:48
sinto-me:

Outubro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

29
30
31


Posts mais comentados
TIME
Google Analytics

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
TRANSLATE THIS BLOG
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
VISITANTES
blogs SAPO