Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mais um balanço

por franciscofonseca, em 12.03.09

Espero que não seja necessário ouvir as armas no Chad, durante este período de maior tensão que se avizinha.

Quatro meses se passaram desde que cheguei ao Chad, a sensação é que passaram rápido, de missão cumprida, sem grandes sobressaltos e, espero que assim continue.

Sem dúvida que tem sido uma experiencia profissional enriquecedora, com contornos diferentes de todas as outras.

Em termos humanos tem sido fantástico, contactar com culturas diferentes, conhecer hábitos e formas de vida diferentes.

Agora é tempo de recarregar baterias, renovar energias e pensar no curto prazo.

Estes rostos dizem bem de como as mulheres sofrem nesta vida de dureza extrema.

 

O sol em dias de muito pó em N`Djamena, tem a sua beleza.

 

 

O descanso do guerreiro, a necessidade de recuperar energias é constante, pois o clima é desgastante.

 

Francisco Fonseca

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:54

Estas mulheres deslocadas em Loubotigue, onde estive recentemente, poderão ser as primeiras a festejar, mas também as primeiras a sentir a violência.

 

Crianças de Gozbeida,  que desde muito cedo experimentam experiências traumatizantes para toda a sua existência.

 

O mandado de detenção emitido pelo (TPI) contra o Presidente Sudanês, Omar al-Bashir, tem a assinatura da juíza Brasileira Steiner, que foi advogada, procuradora da República em São Paulo e desembargadora do Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

 

Omar al-Bashir que é suspeito dos crimes de assassínio, extermínio, violação, tortura e fazer deslocados à força, teve grandes manifestações de apoio nas ruas de Cartum.

 

Do outro lado, em Farchana, Gozbeida, Iriba, Gereda, Bahai,  no leste do Chad, houve manifestações e gritos de alegria dos refugiados de Darfur.

 

Abre-se um precedente, pois o Presidente Sudanês é o primeiro a ser alvo do TPI, as autoridades sudanesas responderam de uma forma violenta.

 

Por outro lado, EUA, Reino Unido e França  apoiam a decisão do TPI, Rússia e China estão em desacordo, isto poderá criar novos embaraços diplomáticos.

 

Na minha opinião, esta decisão pode incrementar a instabilidade na região do Darfur, com consequencias gravosas para os refugiados e deslocados, porque muitas das ONG’s podem ver-se obrigadas a sair, piorando as condições dos estimados 250 mil refugiados que estão no leste do Chad.

 

Ban Ki-moon disse que as Nações Unidas vão continuar a conduzir as suas missões vitais de manutenção de paz, ajuda humanitária, e defesa dos direitos humanos.

Esperamos que assim seja, principalmente para todos os que mais sofrem com toda esta situação.

 

Francisco Fonseca

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:02

Jantar de Gestão e Admistração Pública

por franciscofonseca, em 07.02.09

 

Aterrar numa pista de terra, onde crianças jogam a bola, animais atravessam constantemente, é sem dúvida uma experiência fantástica, até mesmo para o Comandante da aeronave!

 

Hoje teria todo o prazer de estar presente neste jantar, mas como a maior parte sabe estou noutras paragens.

 

Neste tipo de eventos, sempre se recordam episódios passados, mesmo hoje já me vieram a memória alguns.

 

Foram quatro anos de trabalho, esforço, mas também de festas, bons momentos, que sempre recordarei pela vida fora.

 

Desejo o maior sucesso a todos, que tenham sempre voos altos e que mesmo naqueles incertos, que possam aterrar em segurança, mas sempre com horizontes largos, pois na vida temos muitas vezes de correr riscos, até mesmo elevados.

 

Bom jantar, divertimento e confraternização, são os votos do vosso colega , desde o Chade.

 

Francisco Fonseca

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:12

Am Timan, Alcochete e Freeport

por franciscofonseca, em 01.02.09

Parece uma aparição, foi vista em Am Timan, no Chad, não sei se para os lados de Alcochete, mais concretamente no Freeport alguém tenha avistado coisa semelhante!

 

Anda toda a gente a ver fantasmas, a ter alucinações, convulsões sistemáticas, mas isto já lá vai algum tempo neste país.

 

Penso que é chegada a hora de esclarecer, clarificar, as instituições agirem, e os cidadãos tirarem a cabeça debaixo da areia e meterem mãos a obra.

 

Caso contrário, acabamos por nos transformar, num povo sem orgulho, sem espírito e sem querer, sem rumo.

 

Normalmente quando assim acontece, os valores deixam de ter sentido, o respeito pela pessoa humana desaparece e rapidamente se chega a calamidade nacional.

 

Arrepiem caminho meus senhores, enquanto ainda existe alguma réstia de esperança!

 

Francisco Fonseca

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:48

Hierarquia e Autoridade

por franciscofonseca, em 30.01.09

 

Aqui a hierarquia também e escalonada, simples e linear!

Hoje tive uma lição de hierarquia e autoridade no Chad, que gostava de partilhar.

Recorrendo a Ciência Política, podemos aflorar estes conceitos de forma simples e linear.

A autoridade tenha a ver com a hierarquia e o escalonamento. A autoridade é um tipo de superioridade que envolve o direito legitimado de controlar as acções de outros num sistema de relação social.

Existem as sociedades dominadas pelo parentesco. Trata-se de sociedades onde a estrutura política se confunde com a estrutura do parentesco.

Nestes grupos sociais, ainda sem hierarquia ou autoridade, o mecanismo de equilíbrio social surge normalmente de uma liderança forte.

Depois temos as sociedades com uma autoridade centralizada, com aparelho administrativo extenso e instituições judiciais com tradição, e toda uma panóplia de ferramentas para chatear o cidadão, como exemplo o caso Português.

Depois temos uma Autoridade, legitimada pela hierarquia, mas com muita classe e diplomacia, esta assisti hoje e, de uma forma simples e linear.

Francisco Fonseca

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:26

Os Tuaregues do Chad

por franciscofonseca, em 26.01.09

 

 

 Um dos Chefes dos Tuaregues

 

 

Este ostenta as condecorações de missões bem sucedidadas

 

 

Norte do Mali é a terra dos tuaregues, os homens das túnicas azul índigo, conhecidos hoje em dia como antigamente, por cavaleiros do deserto, continuam a praticar uma vida semi-nómada e a residir sobretudo nas regiões desérticas e semi-desérticas.

 

Em 1960 após a vaga de independências obtidas por várias nações africanas, os tuaregues, também conhecidos por piratas do deserto, viram os seus territórios tradicionais, no coração do Sara, divididos por cinco países: Burquina Faso, Mali, Níger, Argélia e Líbia.


A capital tuaregue – Kidal, é uma pequena vila de alguns milhares de habitantes, cercada por muros de pedra negra, considerada pelo Pentágono a nova frente da “guerra contra o terror”. Para esta localidade, não existem voos comerciais, apenas um único voo militar, semanal, se as condições atmosféricas o permitirem, pelo que o acesso a Kidal, faz-se pelo antigo trilho das caravanas, do longínquo comércio no Sara que ligava a cidade de Gao, no Mali, à cidade argelina de Salah, sendo uma rota também usada pelos contrabandistas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:28

Balanço intercalar do Chefe de dois meses de missão

por franciscofonseca, em 04.01.09

 

O Chefe de Terra de Kupor no seu Posto de Comando!

Hoje deixo o Chad após quase dois meses de missão nas Nações Unidas. A sensação é boa, por vários motivos.

Primeiro o sentimento de missão cumprida, pois aquilo que era tudo tão complicado acabou por se transformar em procedimentos simples e de fácil percepção.

Segundo pela experiência fantástica, que está missão me está a proporcionar, pois está a ser diferente de todas as que já fiz, quer em termos de trabalho, quer em termos de relacionamento com outros actores.

Terceiro pelo balanço francamente positivo, que faço em termos de funcionamento desta equipa, constituída por elementos experientes, de personalidade forte e de gostos diferentes, ou seja, onde não impera o consenso, a unanimidade, onde existem opiniões diferentes.

Mas francamente prefiro isto, ao contrário, pois gosto do confronto de ideias, tem sido assim que nascem as melhores práticas, quer em termos de serviço, como de convivência social.

Aos que ficam votos de continuação de boa missão, e até já.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:12


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D