Blog de crítica e opiniões sobre as políticas que afetam negativamente a humanidade. O Homem na atualidade necessita urgentemente de arrepiar caminho, em busca de um novo Mundo!

30
Out 11

O nosso planeta, segundo as últimas estimativas das Nações Unidas, já ultrapassou a fasquia dos 7 mil milhões de pessoas. Apenas em 12 anos a população aumentou mil milhões. É inegável que temos assistido a enormes progressos civilizacionais, mas por outro lado, continuam a existir gigantescas desigualdades. Será necessário encontrar mecanismos de estabilização da população, caso contrário, a humanidade caminhará para uma situação explosiva. A espécie humana poderá estar neste momento fora de controlo.

Os enigmas, de onde vimos e para onde vamos, continuam a atormentar a humanidade. O planeta está a aproximar-se perigosamente de uma tempestade perfeita, que inclui o crescimento populacional, as alterações climáticas e o crescimento da produção petrolífera. Por outro lado, este crescimento coloca pressões enormes no fornecimento de alimentos, roupa, habitação, energia a 7 mil milhões de pessoas.

Mas prever o futuro é extremamente complicado, pois envolve um conjunto de incertezas como o aparecimento de doenças infecciosas, grandes guerras, progressos científicos, alterações geopolíticas e climáticas.

Hoje, num mundo com 7 milhões de habitantes, a grande tendência na sociedade é infelizmente, para que cada um continue a olhar para o seu umbigo e esquecer-se que vivemos todos numa única enorme casa, que está prestes a ficar sobrelotada. Vivemos tempos onde se exacerbam e reforçam as desigualdades, sendo urgente, mais do que nunca, um desenvolvimento sustentado que promova a igualdade, pois disso depende o sucesso ou o fracasso da espécie humana.

A presente estagnação económica mundial faz com que maior número de pessoas enfrente deficientes condições de nutrição, habitação, acesso à saúde, à educação, à água potável e à energia. A desigualdade crescente a que assistimos agrava as condições, potenciando um aumento de conflitos e ameaças crescentes à segurança global.

publicado por franciscofonseca às 11:29
sinto-me:

06
Abr 09

Num dos blogs anteriores, falei da geração NET e de algumas mudanças profundas que estes estavam a introduzir no mercado de trabalho.

Começam a chegar alguns sinais visíveis dessa mudança. Por exemplo, um em cada três recém-licenciados espanhóis encontrou o seu emprego através da Internet, o que não deixa de ser bastante significativo.

Num estudo da Universidade Autónoma de Madrid, esta é a forma predominante de acesso ao mercado de trabalho para este segmento no país vizinho.

Ainda nesse estudo é referido que a Internet ultrapassou os contactos de familiares e amigos em 20% e o envio de currículos a empresas seleccionadas em 19%, ou seja, a designada vulgar cunha em Portugal, em Espanha perde 20% da sua influência.

Outros dados relevantes, comprovam que a contratação a termo certo sobressai no primeiro emprego, com 65% dos jovens espanhóis a referir este tipo de vínculo.

Nos salários, 20% já recebe mais de 1.500 euros líquidos por mês, enquanto 12% ganha abaixo de 600 euros.

Em Portugal os recém-licenciados, ainda não aproveitam muito este recurso, que cada vez mais se torna fundamental e indispensável nas nossas vidas.

Penso que num futuro muito próximo, a geração NET vai abordar o mercado de trabalho de forma global, indo à descoberta e assumindo conscientemente o risco das escolhas. Aqueles que assim não pensarem, que não tenham capacidade de adaptabilidade, flexibilidade e disponibilidade para a mudança constante, ficarão irremediavelmente excluídos do mercado de trabalho.

Francisco Fonseca

 

publicado por franciscofonseca às 19:33
música: Santos e Pecadores

Outubro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

29
30
31


Posts mais comentados
TIME
Google Analytics

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
TRANSLATE THIS BLOG
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
VISITANTES
blogs SAPO